segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Entende?

Eu gosto desse mundo, da sensação que ele dá.

Gosto de me sentar em frente à tela desse notebook e ficar escrevendo perdendo a noção da hora.

Gosto da sensação de quando alguma frase atravessa meus neurônios, percorre pelo meu corpo e encontra a ponta dos meus dedos. Gosto quando escrevo essa frase sem usar os dedos "midinhos" e de lê-la duas vezes procurando erros gramaticais.

O Google sempre fica aberto. Nele eu pesquiso palavras novas e palavras que eu conheço mas não sei o significado mais. Gosto de relembrar palavras que não uso há um bom tempo.

Gosto de sentir dúvida sobre aquilo que estou escrevendo. Sinal que me preocupo de escrever algo de qualidade e isso me deixa satisfeita comigo mesma.

Sorrio feito boba quando acabo. Sinto algo entre êxtase e paz interna, ou a soma dos dois. Leio o texto apressadamente, sentindo o mesmo orgulho de uma mãe que olha pela primeira vez seu filho recém-nascido. Parece bobeira depois que acabo, mas eu amo sentir isso.

Esse é um dos meus mundos. Um dos que mais me satisfaz e me completa por inteiro. Apesar de visitá-lo menos vezes do que gostaria, sempre me sinto acolhida por estar aqui. Como se eu encontrasse um velho amigo e sempre fosse a mesma coisa, o mesmo carinho, o mesmo abraço...

É estranho pensar aqui só como um lugar onde escrevo meus pensamentos e crio algumas estórias. Penso aqui como um lugar onde posso me sentir livre e capaz de qualquer coisa, mesmo que só por imaginação. Um lugar onde encontro pessoas como eu, mas seu eu mesma ver, me entende?

Eu amo isso. Amo procurar palavras. Ainda mais com você.

Agora você entende o quanto é importante pra mim?









Beijos doces

domingo, 18 de dezembro de 2016

Pensei


O dia percorreu em sua monotonia
Pensei que hoje seria só mais um dia
Felizmente, me enganei 
Ao me deparar com o entardecer 
Os pensamentos começaram a crescer
Pensei, pensei, pensei


Hey, que tal mais um capítulo? 
Que tal enriquecer o livro? 
Que tal sair do mundo real?
Carreguei minha mente com pensamentos 
Lembrei do personagem e dos seus sentimentos 
E a partir daí foi natural...

De frente ao computador as mãos se mexiam automaticamente 
A mente criou abruptamente 
E dali surgiu uma parte minha 
Um pedaço meu
Agora é seu
Gostou da minha companhia?


(Saudades.)
Beijos doces.